DM #35 – A influência dos modelos mentais na sua adaptabilidade

Tempo de leitura: 2 minutos

Você conhece o conceito de modelos mentais?

É algo que faz parte do nosso dia a dia e nem percebemos, mas que tem um potencial de transformação enorme pra carreira.

Nesse episódio do Desenvolver Mindset, você vai entender o que são os modelos mentais, e como eles podem influenciar a sua capacidade de adaptação às mudanças.

E não se esqueça de deixar um comentário abaixo pra registrar a sua opinião, é uma forma bem simples de saber se esse conteúdo te ajudou ou não.

Abraço!!

Principais insights desse episódio

Essa seção é uma transcrição dos insights mais importantes deste episódio, pra quem está sem tempo (ou sem saco) de ouvir tudo.

Os modelos mentais são estruturas de pensamento que a gente cria dentro da cabeça pra modelar o mundo real.

Esses modelos são criados a partir da nossa cultura, da nossa experiência de vida, do nosso ambiente, do lugar onde a gente mora, as pessoas que a gente convive.

Muitos deles até viram ditos populares: “melhor um pássaro na mão do que dois voando”, “antes só do que mal acompanhado”, “em time que tá ganhando não se mexe”.

O mundo corporativo é repleto desses modelos mentais.

Em uma migração de linguagem (de VB 6 pra C#, por exemplo), normalmente a pessoa leva o modelo mental que ela tinha da programação procedural pra uma linguagem que é orientada a objeto.

Por que é tão difícil migrar de um controle de projeto baseado em waterfall pra um ágil? É porque no momento dessa migração a gente não troca o modelo mental. A gente tenta levar toda a estrutura do projeto waterfall pra dentro do ágil.

A partir do momento que você entende que existe uma modelagem mental, um conjunto de pensamentos que vão abreviar as suas decisões, seus julgamentos, seu comportamento, você consegue entender que isso tá sob o seu controle.

Em determinadas situações você pode simplesmente chavear e mudar, ou às vezes até descartar um modelo mental que não é bom.

Quando a gente não entende esse conceito, acaba ficando meio preso àqueles modelo mentais. Você fica refém.

  • Camila Gonçalves

    Excelente explicação! Fácil entendimento! Grata!

    • Obrigado Camila, que bom que gostou! Espero que tenha ajudado. Abraço!!